5 coisas que você precisa saber para trabalhar em uma empresa gringa

Criar raízes é uma parte importante da jornada, mas é na estrada que se ganha quilometragem e experiência. Na vida e no mercado de trabalho, viver é se movimentar, é bater metas e superar limites. Longe de querer fincar bases, cerca de 90% dos profissionais brasileiros têm interesse em trabalhar em outros países. No entanto, depois de tomada esta decisão, há um caminho longo que se deve percorrer. O problema é que muitas pessoas não sabem nem por onde começar.

Equipe Deel
Written by Equipe Deel
Maio 5, 2022

Pensando nisso, preparamos uma lista com 5 coisas que você precisa saber antes de trabalhar em uma empresa fora do Brasil: 

Uma experiência internacional não melhora só o seu currículo

É óbvio que uma experiência internacional vai turbinar o seu currículo, mas as vantagens de trabalhar em outro país vão bem além disso. Em primeiro lugar, este é um exercício de adaptação e resiliência, é um movimento que vai impactar sua vida de forma imediata e irreversível. Quem topa um desafio desses abraça a oportunidade de promover uma mudança sem precedentes na própria vida.

Você precisará de alguns documentos especiais

Alguns dos países mais procurados pelos brasileiros, como EUA, Japão, Canadá e Reino Unido, exigem um visto de trabalho especial para profissionais estrangeiros. O procedimento para conseguir este documento varia de região para região, mas passam, principalmente, pela entrega de um documento escrito pela empresa contratante e a emissão de um contrato de trabalho de acordo com as leis trabalhistas locais. 

Além do visto, alguns países também solicitam diplomas, certificados e até a comprovação de proficiência na língua do país em questão. Por isso, ao decidir para qual país deseja ir, corra atrás da documentação necessária e se prepare com antecedência para que a sua situação seja legalizada sem maiores problemas.

Antes de acertar o salário, analise o custo de vida do país

 

É muito fácil brilhar os olhos ao saber que você vai receber em euro, dólar ou outra moeda mais valorizada que o real. No entanto, visualizar o número positivo na conta bancária no final do mês nem sempre significa qualidade de vida. Ao receber uma proposta, não considere só o salário. Analise, também, o custo de vida local. 

Não adianta receber bem se o dinheiro não vai dar para pagar todas as contas ou não vai sobrar nada para você aproveitar essa sua experiência internacional. 

Tenha um plano B 

Mudar de país significa deixar a vida toda para trás a fim de iniciar uma jornada totalmente nova. Você está longe de casa, da sua família e de quem poderia te prestar suporte nos momentos de necessidade. 

Por isso, antes de tomar uma decisão tão importante, faça as contas para saber quanto tempo sua poupança vai durar, crie uma reserva de emergência e desenhe uma estratégia de ação para não ser pego de calças curtas caso a situação se complique. 

Existem plataformas para te ajudar a conseguir um trabalho no exterior

A internet possibilitou a criação de laços e de conexões entre pessoas e entre sonhos. Hoje não é mais necessário se mudar sem lenço e documento para outro país atrás de uma oportunidade de trabalho. É possível utilizar plataformas online para encontrar trabalhos freelancer e até contratações fixas para diversas áreas de atuação, cargos e níveis de experiência. 

Na Deel, por exemplo, você pode se candidatar para trabalhar em algumas das maiores empresas do mundo em formato presencial e remoto. Basta fazer o cadastro na plataforma com seus dados para encontrar as vagas disponíveis. Não importa onde é a sua casa, a Deel transforma em realidade o seu sonho de trabalhar em outro país. E nós cuidamos de tudo para que a sua experiência seja a melhor possível.

 

 

A Deel facilita o crescimento de equipes remotas e internacionais. Pronto para começar?

+

Países

+

Clientes

+

Especialistas Jurídicos

+

Moedas